Como gerir o fretamento de funcionários?

Normalmente, as instituições que fornecem fretamento para os seus funcionários passam a enfrentar alguns impasses em relação ao transporte. Por esse motivo, esse serviço requer assistências singulares.


Para que os desafios possam ser solucionados de uma forma coerente, é necessário que a equipe ou o profissional que o gere aplique práticas e ferramentas específicas. Porém, antes de qualquer outra ação, é muito importante que a empresa compreenda que deve haver um departamento ou equipe única para lidar com o transporte fretado do lugar. Pois, essa responsabilidade, a qual muitas vezes é passada para o RH (recursos humanos) ou para o DP (departamento pessoal), pode impactar diretamente no rendimento, foco e produtividade dos profissionais.


Para gerir o fretamento de funcionários de maneira eficiente, é preciso:


1) Planejamento e organização

A empresa deve sempre ter o controle eficiente da sua própria organização em relação ao fretado, mesmo que o serviço seja terceirizado, pois, somente assim, os profissionais responsáveis pela gestão da instituição conseguirão não só participar, mas monitorar atividade de cadastro de funcionários, planejamento de rotas, cálculo de volume de frota e entre outros.




2) Automatização

Os recursos tecnológicos são importantes para que haja a otimização da gestão de fretamentos dos funcionários, uma vez que sem eles existe uma maior possibilidade de haver irregularidades ou desgaste processual, como erros de informações e dados e gastos excessivos de tempo e recursos financeiros. A inserção de tecnologias auxilia em todo o processo interno, reparo de discrepâncias e reduz custos.




3) Foco e reeducar

Como toda e qualquer meta dentro de uma empresa, se o desejo é, de forma eficiente, controlar a gestão do transporte fretado dos funcionários, a organização como um todo precisa manter o foco nesse objetivo. E, deve haver uma mudança de pensamento no quesito do planejamento do transporte, pois diferente do que possa ser apresentado, não será mais um custo e sim um investimento. Por esse motivo, implantar a reeducação, muda a mentalidade dos colaboradores.


Investir na otimização da gestão do fretado é essencial para que esse recurso possa continuar sendo oferecido, já que com ele há uma melhora na mobilidade urbana, economia financeira e bem-estar dos trabalhadores, o que gera aumento no foco, rendimento e produtividade dos profissionais.


Caso você ou sua empresa queiram saber mais sobre o serviço de transporte fretado, entre em contato conosco e tire todas as suas dúvidas!